KAPHA

 

Formado pelos elementos terra e água, Ka significa água e pha florescendo, aquilo que floresce pela água é kapha. Outro nome para kapha é shleshma, e a raíz dessa palavra significa abraçar, que sugere que as moléculas de kapha se abraçam e criam uma massa compacta. Todas as células, tecidos e órgãos são compostos por esse dosha, que é representado pelas estruturas substanciais no corpo.

Kapha é predominantemente presente na linfa, e no sangue como plasma, e um local primário dele são os pulmões e o trato respiratório, secundariamente se encontra presente no sêmen, músculos, gordura, tecido conjuntivo e cérebro. Qualquer parte branca de nosso corpo é kapha, incluindo as células brancas do sangue.

As moléculas densas e duras desse dosha criam ossos compactos e as qualidades pesado e estável de kapha são responsáveis pela força, estabilidade e firmeza dos ossos e músculos. Ele também é responsável por manter todos os fluídos corporais, incluindo o fluído intracelular e extracelular das células.

Através de suas qualidades oleosas e viscosas, kapha lubrifica além do espaço entre as células, também os órgãos para reduzir o atrito, as articulações e tendões.

As mudanças anabólicas de kapha são responsáveis pelo crescimento, desenvolvimento do corpo, cicatrização de feridas, criação de novas células e o reparo de úlceras.

Subdoshas de Kapha:

Kledaka Kapha – este subdosha encontra-se presente no trato gastrointestinal, é líquido, macio e levemente oleoso, e têm detre suas funções a de criar uma camada protetora na forma da membrana gástrica. Ele funciona como a água que distribui o calor pelas moléculas do alimento que chega no estômago para serem quebradas, digeridas e assimiladas.

Por conta desse fluído de kapha é que o ácido clorídrico e as enzimas digestivas não corroem a parede do estômago, e sim somente as moléculas de comida. Kledaka kapha é absorvido na parede do estômago para os vasos sanguíneos, entrando no plasma e se tornando responsável por nutrir todas as células e tecidos.

Este subdosha em equilíbrio é quem cria o contentamento e satisfação, e uma necessidade menor de ingestão alimentar.

Transtornos de kledaka kapha:

Compulsão por comida, obesidade, hiperglicemia, diabete e colesterol alto são características de excesso desse subdosha, enquanto a hipoglicemia e úlcera péptica são sinais da insuficiência do mesmo.

Avalambaka Kapha – localizado na espinha, pulmões e coração, este subdosha apóia todos os sistemas de kapha, funcionalmente e estruturalmente. Está presente no sistema respiratório, circulatório, traqueia e brônquios, protegendo os alvéolos, mantendo-os úmidos por conta de sua qualidade untuosa  e mantendo o tônus muscular dos brônquios.

Ele é responsável por carregar a energia prânica dos pulmões para cada células e ajuda nas trocas gasosas ao remover o dióxido de carbono indesejá vel dos alvéolos para que o oxigênio possa entrar.

Na tarefa estrutural, avalambaka suporta os músculos intercostais e costelas. Psicologicamente ele está relacionado a confiança, coragem e a habilidade em enfrentar problemas, expandindo assim o tórax.

Este subdosha corresponde ao apoio, amor, compaixão.

Transtornos de Avalambaka Kapha:

Quando existe pesar e tristeza em excesso, avalambaka torna-se viscoso e a função pulmonar é afetada, sua qualidade inferior pode criar mudanças pulmonares como bronquite, asma, pneumonia e enfisema.

Bodhaka Kapha – a raiz sânscrita de bodhaka é bodhana, que significa tornar conhecido, e é ele quem ajuda a receber o conhecimento do sabor dos alimentos. Localizado na região oral, ele é representado pela saliva que têm o objetivo de manter a boca úmida e macia, protegendo ainda a língua e o palato.

Em termos sutis, ele se relaciona com a capacidade de tornar algo conhecido a nossa mente, e a articulação para poder se fazer compreender.

Este subdosha também ajuda na fala, pois é ele quem mantém as cordas vocais úmidas por suas qualidades espesso e untuoso, também as amídalas e faringe.

As papilas gustativas localizadas na língua que são responsáveis por levar a mensagem sobre o sabor para o cérebro também são de responsabilidade de Bodhaka, como também é ele quem ajuda a mover a comida para o estômago , onde junto a outro subdosha ocorrerá a digestão de proteínas, amido e carboidrato.

Transtornos de Bodhaka Kapha:

Este subdosha em desequilíbrio pode afetar todos os outros subdoshas. Problemas relacionados as amidalas, faringe e papilas gustativas tem forte relação com Bodhaka, assim como alterações na saliva, ressecamento ou excesso.

Tarpaka Kapha – seu significado é nutrir, reter e gravar, pois este subdosha é responsável pela capacidade de registrar, gravar os acontecimentos na memória, pois é ele quem da suporte ás células nervosas, protegendo o impulso que vai de um neurônio à outro.

Ele está presente na substância branca do cérebro, envolvendo o tecido cerebral e a medula espinhal. Por conta de seu sabor doce e salgado ele ajuda a nutrir as células e da energia ao plasma, líquido relacionado ao contentamento.

A memória retida por Tarpaka kapha inclui além da memória biológica, também lembranças de vidas passadas, que ficam armazenadas no corpo astral, assim como a memória psicológica que inclui os acontecimentos na infância.

Transtornos de Tarpaka Kapha:

Um transtorno desse subdosha pode criar vários transtornos físicos, como derrame cerebral, doença de Parkinson e tumores cerebrais. Concussão, compressão ou contusão podem afetar tarpaka e modificar inteiramente a personalidade, como exemplo, uma batida forte na cabeça pode causar perda total de memória transformando assim os pensamentos da pessoa e modificando os padrões mentais.

Shleshaka Kapha – este se faz presente pelo corpo todo, especialmente nos espaços articulares no encontro entre dois ossos. Suas características são: espesso, pegajoso, líquido, oleoso e viscoso e umas de suas importantes funções é apoiar o sistema esquelético e reforçar os ligamentos.

Quando as moléculas de kapha secam, vata entra na circulação trazendo secura e aspereza às regiões articulares, ocasionando alguns estalos, dores e rigidez, significando falta de nutrição as articulações.

Transtornos de Shleshaka Kapha:

Artrite degenerativa e artrite reumatoide são sinais de falta de Shleshaka.