Hospedagem Terapêutica

Melhor do que ler a respeito, fazer uma oficina, estudar ou ouvir falar, é poder ter a oportunidade de experimentar algo que eventualmente se mostrava somente como um conceito ou idéia em nossa mente. Atualmente ouço muito a respeito de alimentação saudável, dietas especiais, consciência alimentar etc, e percebo que “esquece-se” de que a alimentação é a extensão da nossa mente, corpo e escolhas. É preciso alinhar vontade e ação conforme nossos propósitos mais profundos, muito além do simples comer…

Essa é a proposta da Hospedagem Terapêutica que estou realizando aqui em casa. Como já disse em outras oportunidade, meu negócio não são “negócios”. A casa onde moro representa as experiências que tenho tido em minha vida pessoal, com mais de dez anos de prática de meditação budista, aos pouquinhos criando mais intimidade com o budismo e suas diferentes escolas, e com um pouco menos do que isso de tempo, poder partilhar as práticas ayurvédicas que sigo, a alimentação na prática como escolha de estilo de vida, onde pode-se observar algo além de nutrientes e vitaminas, e poder perceber os princípios dos elementos em tudo que nos cerca, e o melhor de tudo: dar a liberdade que isso seja sentido e vivenciado por cada um segundo suas formas individuais de ver a vida e sentir.

Dessa vez a experiência foi receber a Bárbara e Luca, dois irmãos que possuem um amor lindo, amizade e muita risada! Tivemos uma semanada de práticas, começando pelo simples dormir em um local silencioso, em meio a mata, passando pela anamnese ayurvédica para definirmos seus doshas, para num segundo momento, de forma leve e espontânea, podermos falar sobre as tendências que influenciam cada uma dos biotipos.

Eles puderam participar do Projeto Terça em Casa, botando a mão na massa, escolheram as especiarias, encararam os desafios de servir o alimento de forma harmônica em seus sabores, aromas e formas. Pudemos falar sobre o karma, sobre acumular méritos ao servirem tais refeições feitas com atenção e carinho, aos seus pais e familiares. Depois tivemos uma oficina de masalas, onde cada um intuitivamente pode escolher seus temperos e perceber no que tais especiarias podem auxilia los segundo seus biotipos ayurvédicos.

Seguimos nos dias seguintes com o despertar matutino, água morna com limão, desjejum segundo os conceitos ayurvédicos, massagem abhyanga, leitura de livros para abertura da nossa forma de enxergar o mundo, caminhada na praia no dia de sol, assistir ao por do sol na trilha da Costa da Lagoa, banhos de rio, e como sozinhos não realizamos nada, algumas parcerias muito especiais aconteceram para que essa vivência pudesse ser integral. A querida prof de yin yoga Marina Boni nos trouxe sua experiência com essa prática tão profunda, além da meditação guiada, a prof de Pilates e Crâniosacral Júlia Nunes ofereceu uma aula maravilhosa com muita atenção e dedicação, e ainda teve a vivência da Terapia Artística com a Maria Alice, ao ar livre 😉

Com os dias passando tão rápido não sobra tempo para tudo que eu gostaria de passar, por isso deixamos fluir, sem aula ou palestra sobre Ayurveda, mas toques, dicas, conversas, sempre lembrando que todos temos o livre arbítrio, a cada momento fazemos escolhas, ora mais consistentes, ora nem tanto, sabendo ainda da nossa responsabilidade por tais escolhas, a lei do karma se aplicando as nossas palavras, pensamentos e ações!

Mas tivemos bastante tempo para as oficinas e criações gastronômicas, desde burgues de inhame, pão integral de semente de girassol, ricota de amêndoas, até caruru vegan, rosti de inhame, tortinha de doce de leite de castanha de caju, risoto vegan de cogumelos orgânicos, omelete vegan, chocolate quente de leite de coco e por ai vão as delícias…

E como nao somos somente um estômago cheio de desejos acoplados numa mente incansável de querer saciar os impulsos dos sentidos (rsrs), acordamos cedinho e caminhamos até o espaço da querida Bia, ordenada monja zen, que pôde orienta-los quanto a prática do zazen (meditação), momento especial ❤

Para finalizar, colheita consciente da erva baleeira na restinga da praia, a cada folhinha retirada um pedido de licença, não foi Bárbara e Pedro?! Puderam experimentar o contato com essa maravilhosa planta que oferece as propriedades antiinflamatórias capazes de aliviar muitas dores físicas, e até emocionais… Acompanharam o comecinho do feitio do óleo medicado segundo os preceitos ayurvédicos, e assim que o óleo estiver pronto prometo enviar um vidrinho pra cada, como agradecimento pela maravilhosa companhia e troca que tivemos por aqui nesses dias!

IMG_0310

Na despedida, mais uma curta sessão de meditação – onde há consciência não existe o erro, o medo, a insegurança. Quando buscamos nos conhecer, nos colocamos de frente aos nossos maiores desafios. Eu pude vê-los exercitarem o melhor de vocês e fico muito feliz de ter tido a oportunidade de assisti-los ousarem sairem de seus padrões de comportamento e aprendi muito nesses dias em suas companhias! Voltem sempre _/\_ muito carinho por vocês!

Anúncios

2 thoughts on “Hospedagem Terapêutica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s