Alimentacao Ayurveda

Texto  :  Glendha  Kreutzer

Nem toda refeicao indiana e ayurvedica e nem todo prato ayurvedico e indiano…

Parece um pouco confuso compreender esse paradoxo, mas depois de um tempo trabalhando com terapia e alimentacao ayurveda, perdemos a ilusao de que somente por conta dessa Medicina ter seu berco na India, de que ela e inteiramente praticada por seus nativos…, e como imaginar que todo brasileiro tem ginga para o samba e come feijoada aos domingos!

Durante o aprendizado e pratica dos conceitos ayurvedicos na alimentacao, e sempre interessante considerar a adaptacao desses mesmo conceitos aos habitos e cultura locais, ate por uma questao sustentavel, de dar preferencia pelo uso de elementos nativos, tanto no que se refere aos alimentos, como as especiarias e ervas. Sem esquecer e nem perder o respeito ao conhecimento milenar, mas sim criar uma fusao entre os diferentes elementos.

Ao chegar na India, eu so pensava (e executava com o maior prazer!), essa exploracao do sentido gustativo, experimentando os diversos pratos, sabores, texturas e aromas, na busca dos elementos que me levariam a um entendimento mais claro sobre essa fusao e as possiveis adaptacoes conforme a realidade atual…

Durante a viagem, comecei a separar um tempo pra “digerir” tanta informacao, e sem muito julgamento, somente considerando o que eu estava presenciando no dia a dia da alimentacao indiana, resolvi destrinchar algumas ideias:

– Se um dos principios da alimentacao ayurveda e garantir uma boa e completa digestao dos alimentos, para assim evitar a formacao e acumulo de ama (toxina) em nosso organismo, evitando tambem o desenvolvimento de doencas por conta do desequilibrio dos doshas e seus respectivos elementos contidos em nossa natureza fisica e emocional, nesse aspecto considero os indianos bons praticantes e devotos de Agni (Deus do Fogo), pois por conta do  elemento fogo – quente e picante contidos nas especiarias que eles utilizam em excesso (vejam bem, ao nosso conceito ocidental), eles garantem a fabricacao dos acidos digestivos e aceleram assim tambem seu metabolismo. Vale lembrar aqui que junto ao sabor picante, tambem  encontramos a caracteristica da leveza do ar, sendo assim, seu uso excessivo pode desequilibrar o dosha vata, nao somente o pitta.

– Mesmo os indianos (nem todos, ta?) fazendo uso diario e as vezes em demasia dos laticinios, eles sempre lembram de combinar as especiarias ou ervas que possam equilibrar e ajudar a digerir essa classe alimentar. O mais comum exemplo, e o da masala chai, cha a base de leite, cha preto e acucar, onde acabam por acrescentar o cardamomo e a canela e muitas vezes a pimenta preta. Temos ainda o lassi de frutas, que por conta do aspecto frio do iogurte, que e a base dessa bebida, poderiamos dizer que nao e um alimento muito facil de digerir, ainda mais nas estacoes mais frias, e talvez por essa razao eles utilizam quase sempre o cardamomo, que e a principal especiaria para digerir os laticinios. Ainda na mesma linha de raciocinio, temos os doces a base de acucar e semolina que voce pode sempre perceber o saborzinho do cardamomo no fundo…

– Em todos os restaurantes indianos eles oferecem no final da refeicao um pratinho cheio de sementes de erva doce, que e mais uma especiaria digestiva, mas de aspecto frio (vyria), talvez para equilibrar as pimentinhas ingeridas e escondidas no meio do dhal! A erva doce tras equilibrio e refresco a queimacao que pode ocorrer por conta do sabor picante das especiarias.

Nem tanto o ceu, nem tanto a terra, nem tanto a moda indiana e nem a brasileira, sou a favor de mesclar os conhecimentos e obter um resultado pessoal, que seja bom para cada ser e suas necessidades e particularidades, sem esquecer claro, de considerar nossa natureza doshica. Algumas dicas e adaptacoes gerais que podem nos ajudar na alimentacao diaria:

 – Podemos optar por um cha de ervas e especiarias digestivas e nem tao estimulante quanto o cha preto. Para abrir o apetite um chazinho de gengibre, para manter alerta um chazinho de alecrim e para apos o almoco sou fa da erva doce tambem, ou em forma de cha ou mastigar as sementinhas puras.

– Tanto o lassi, ou qualquer outra sobremesa ou liquido durante as refeicoes pode afetar nossas enzimas digestivas afetando assim a absorcao e digestao do alimento. Reservar o periodo da tarde e longe das outras refeicoes, para um docinho que contenha canela e/ou cardamomo e uma boa ideia.

– As especiarias sao realmente um presente divino no que se refere aos sabores exoticos que elas podem dar aos pratos, mas e importante evitarmos seu excesso no periodo das estacoes quentes ou mesmo quando sentimos ou sabemos que estamos com execsso de fogo digestivo. Conhecer a classe e os efeitos das especiarias pode ser uma boa, para fazermos uso mais consciente e medicinal, unindo sabor e saude as nossas refeicoes.

– Tanto nas cidades da India como nas grandes metropolis brasileiras, torna-se um pouco dificil essa proxima dica, mas e sempre possivel recorrer as adaptacoes: Evitar alimentar-se em locais barulhentos, pois o excesso de estimulos visuais e sonoros fazem com que nos alimentemos mais rapido e sem muita atencao, resultando numa refeicao e digestao agitada, e logo causando desconfortos como gases, arrotos e colicas.

Para finalizar, gostaria de especificar que o objetivo desse blog e seus textos, e o de orientar e compartilhar os conhecimentos referentes a Terapia e Alimentacao Ayurveda. Mas nessas proximas semanas durante nossa viagem a India, as vezes fica um pouco complicado de se concentrar nos temas, entao acabam surgindo alguns posts que abordam dicas da viagem, locomocao, valores e locais visitados, o que pode ser muito interessante pra quem esta se preparando pra vir pra ca…De qualquer maneira esperamos que as informacoes sejam proveitosas para todos que visitarem a pagina, namaste!!!

Anúncios

One thought on “Alimentacao Ayurveda

  1. marcelo

    Oi Glendha, li tudinho e achei otimo. Fica bem clara a importancia dessa viagem pra voces, espero que esteja tudo bem e que o marcelo H nao esteja dando muito trabalho…rs

    Abs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s